Total de visualizações de página

Contatos

Meu Blog é apenas uma forma de exibição,de contato indireto, que as pessoas que me acompanham podem ter comigo,saber mais sobre mim,sobre meu dia a dia,ver fotos,ver videos.
Este blog esta ativo desde 2010 e tem muitos videos,fotos e histórias postadas, as mensagens enviadas nas minhas postagens serão lidas e analisadas, não publico mensagens com informações pessoas como Email e telefone, também não publico mensagens com conteúdo ofensivo, as mensagens são moderadas por mim no intuito de promover sempre o bem estar e a privacidade dos meus leitores.

Amigos do blog

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Sandra Backer

Sandra Backer

Muita gente me acompanha aqui no blog, outros em algum site de relacionamento que eu participo, nesses poucos anos de vida que Sandra Backer tem, ”apenas três anos”, pude perceber que ela se tornou uma figura muito atraente e polêmica na internet, desculpe estar falando assim na terceira pessoa, mas é que falar de si próprio não é tarefa fácil, mas como muitas pessoas me indagam sobre quem realmente é a Sandra, como ela surgiu na minha vida e o por que de tudo, resolvi fazer assim, como se eu pudesse ser um mero narrador da minha própria vida, claro se eu for parar pra escrever as coisas marcantes na minha vida, esse texto seria de mais de uma pagina só de palavras, então vou resumir ao máximo as fazes, assim da uma visão geral e para alguns poucos sensíveis, uma visão bem real de quem eu sou, por que sou e como sou.

Pra começar, vou voltar a minha infância, filho de pais separados, na época somente eu e minha irmã, mãe semianalfabeta, vim de família pobre, quase miserável, não tínhamos casa até meus 7 anos de idade, minha mãe empregada doméstica, levava minha irmã pra morar com ela na casa dos patrões, eu como era homem vivia pela casa de parentes, até que minha mãe conseguiu seu primeiro lar, um barraco três por quatro de madeira, onde ali era nosso quarto, banheiro, cozinha e sala ao mesmo tempo, não tínhamos TV, nem toca fitas, somente um radio AM e FM e poderia dizer que aquilo era um luxo, passei fome sim, mas não morri e nem virei ladrão e aprendi com minha mãe que o que a gente quer, se conquista com muita garra e suor, esse foi o grande legado que minha mãe me deixou, caráter e disposição, ela nos deu estudo, coisa que ela não teve chance de ter, mas não pense que minha mãe é uma pessoa burra, ignorante, ela aprendeu a ler sozinha, ficava curiosa de como ela sentia tanto prazer em ler livros como Sidney Sheldon, Agatha Christie, com ela conheci livros como, Capitães de Areia, O cortiço, A republica dos porcos, e muitos outros, infelizmente não aprendi a ter o amor que ela tem pela leitura, ela estava sempre com um livro de baixo do braço, mas o pouco que aprendi com ela, me remeteu a ser essa escritora não muito ortodoxa que sou hoje, sexualmente falando, era uma criança pacata, muito tímida, e por incrível que pareça, de sexualidade nada duvidosa, não tinha a ânsia que as crianças tem hoje por sexo, gostava de namorar, como uma criança normal, namorava a vizinha, que também era criança, trabalhei cedo, pois via a luta de minha mãe e queria ajudar, também não queria pedir pra ela as coisas que eu desejava, então resolvi que trabalhando eu mesmo, compraria as minhas coisas e ajudaria ela no que eu pudesse e assim fiz, trabalhava de dia e estudava de noite, servi quartel na PQDT 8º GAC, foi quando tive minha primeira experiência homossexual, engraçado que não foi comigo, o cara mais macho do quartel, o mais fodão, o mais brabo, estava sendo expulso por que foi flagrado com um outro cravado no rabo dele dentro do banheiro do alojamento, fiquei pasmo, não entendi como um cara tão másculo podia ser viado, isso foi no dia da minha baixa no quartel e aquilo passou, marcou minhas lembranças, mas passou, sexualmente ainda era hetero, cresci um homem bonito, inteligente e trabalhador, sem falsa modéstia, peguei muitas mulheres, onde eu moro eu perdi a conta de quantas foram, isso ocorreu logo após minha saída do quartel, por que o quartel tomava muito meu tempo, acho que até por isso que o machão deu o rabo, ociosidade, junto com falta de vida social, causa distúrbios nas pessoas de personalidades fraca, por que venhamos e convenhamos, os militares passam muito tempo no quartel, mas trabalho que é bom nada, o que eles mais ensinam no quartel é como varrer, limpar e faxinar, ou seja, você vira uma dona de casa rsrsrs, mas isso não me afetou, por que eu já não tinha vida social mesmo, trabalhava e estuda desde novo, mas aos 19 anos de idade aconteceu algo inesperado, fui dormir na casa de um amigo do trabalho, saímos pra balada e tal, coisa que eu não estava acostumado a fazer, eu era da igreja, fiquei na Assembleia de Deus por 14 anos, mas crente come mulher viu e eu comia varias, depois da balada fui dormir na casa dele, uma quitinete no centro da Ilha do Governador, antes de dormir ele me ofereceu um suco de laranja, claro que eu já tinha percebido o interesse sexual dele por mim, não era tão inocente assim com 19 anos, mas ele me dopou, apaguei e só lembro de alguns lances que rolou durante a noite, tipo eu de quatro e ele me comendo, mas não senti nem dor e nem prazer, não senti nada, aquilo era como se fosse um sonho estranho, no outro dia me arrumei e quis ir embora, ele me ofereceu dinheiro, acredito eu que seja pra um cala boca, pois ele era bem mais velho do que eu, por volta de seus 45 anos, eu não aceitei e nunca mais falei com ele, mas até entendo o que aconteceu, eu era um rapaz negro, bonito de rosto, educado, inteligente, corpo muito bem defino e com uma bunda enorme e empinada, gostava de usar roupas apertadas pra mostrar que meu corpo era bonito, então sei que isso mexeu com ele, mas aquilo também passou, não chegou a me traumatizar, digo isso por que todo mundo pensa que ser viado é um distúrbio, causado por um trauma grande de infância, mas esse não foi o meu caso.

Pouco tempo depois, estava eu na casa dos meus tios, gostava muito de ficar lá, era muito próximo dos meus primos, quando vi do terraço da casa uma visão que nunca tinha visto antes, um homem negro, de aproximadamente seus dois metros de altura, pendurando roupas no varal, usando apenas uma calcinha enfiada no rabo, uma mini blusa que deixava ver seus peitinhos de hormônios e uma bunda enorme e linda, aquilo mexeu comigo de tal forma que não conseguia parar de pensar naquela bunda, não resisti, não sabia como fazer pra comer ele sem que as pessoas soubessem, então fui de madrugada na casa dele e bati na porta, pronto, dai por diante passei a come-lo toda semana, era uma CD, com aparência de homem, porem bem feminina nos modos, depois de uns dois meses comendo ele, quis saber qual era a sensação de dar o rabo, conversei com ele, que se propôs a me descabaçar, mas ele era broxa por causa dos hormônios que tomava, só que na época eu não entendia nada disso e acabei cansado de ficar tentando e nada conseguir, enjoei da relação, procurei algo que me satisfizesse, então procurei um anuncio na Revista Private, naquela época eu ainda não tinha computador, só pessoas realmente bem financeiramente tinham e eu não era uma delas, encontrei um cara que gostei e mandei uma carta pra ele, marcamos um almoço para nos conhecer, acabamos de lá indo direto pro motel, pois sempre fui muito decidido e obstinado no que eu queria e não queria perder tempo, queria dar e foi o que eu fiz, foi tão bom que fiquei viciado, no começo dei muito pra ele, mas depois queria experimentar homens diferentes, passei a frequentar cines pornôs, banheiros públicos, a orla do flamengo então, cansei de virar a noite lá e conheci muita gente interessante, ativos e passivos, tive minha faze de só passivo, faze de só ativo e minha faze de só hetero, onde eu voltei a só sair com mulher, isso tudo aconteceu quando eu ainda estava na igreja, mas minha bissexualidade me incomodava, ia contra tudo que eu aprendia na igreja, eu era cantor na igreja “levita”, cheguei a gravar um CD demonstrativo, canto muito bem, sou musicista, leio partitura e tinha os contatos certos pra fazer tudo dar certo, só tinha uma única coisa que me impedia de botar meu trabalho artístico pra frente, minha bissexualidade, tinha medo daquilo vir a tona depois da fama e acabar desviando várias pessoas da igreja, como foi o caso que aconteceu com um cantor famoso evangélico, que depois de morto veio a tona que ele tinha um caso sério com um homem há anos, isso arrasou a mulher dele, deu uma porrada violenta na igreja, pois ele era muito famoso, considerado um homem ungido por Deus e tal, não queria esse destino pra mim e acabei me afastando por completo da igreja.

Nesse meio tempo eu casei com uma negra linda chama Sandra, me separei devido ela ser muito careta sexualmente, isso também foi parte causal e decisiva para minha saída da igreja, conheci uma mulher chamada Dilma, que não era bissexual, mas adorava fazer ménage com homens e presenciar o bissexualismo masculino, com ela eu aprendi a respeitar minha bissexualidade e aceitar o que eu realmente era, também com ela aprendi a usar calcinha, achei minha bunda linda de calcinha e fiquei viciado nisso também, depois nos separamos e conheci a cavalona RJ que hoje em dia se Chama Queen, que apesar da pouca idade, era muito bem resolvida sexualmente e bissexual como eu, ela que insistiu para que eu virasse CD, queria me ver montada, me dizia que o sonho dela era ter uma travesti pra ela, pois o amigo dela era casado com uma mulher , virou travesti e continuava casado com ela, ainda com a Dilma eu conheci uma travesti chamada Cris, bem coroa, com bastante dinheiro, vivia em Copacabana, somente ativa, com uma pica enorme, passamos a ter um caso, eu na verdade era a mulher dela, embora na rua dava entender que eu era o macho na relação, ela que de tanto insistir começou a fazer meu corpo, aumentou minha bunda e o mais curioso, ela falou pra mim, “você ainda vai virar uma travesti”, eu ri, “você tá louca, isso nunca vai acontecer”, sempre fui muito másculo, não dava menor pinta de viado, já tinha uma bunda enorme, depois da Cris, a bunda ficou maior ainda, aquilo mexia com a cabeça de homens e mulheres e eu adorava, tive várias fazes sexuais, onde eu saia apenas com homens, outras apenas com mulheres, outras apenas com gays e outras ainda em que eu só queria pegar travesti, confesso que minha melhor fazer foi a que eu sai com os gays, pois eles fazem ativos e passivos sem a menor neurose, já as travesti me chamavam atenção pela bunda e pelo corpo feminino, mas todas que eu sai faziam de tudo pra me comer por causa da minha bunda, porem depois que me comiam parecia que eu tinha cometido um crime mortal em dar pra elas, elas não queriam me ver nem pintado a ouro, e eu não entendia aquilo, porque não fazia questão de dar pra ela e sim de comer, mas como elas pareciam querer tanto, eu fazia pra agradar e depois virava vilão?, não entendia aquilo e acabei perdendo o tesão nas travestis, achei elas muito complicadas e confusas no que esperavam de um homem, voltando ao assunto, resolvemos eu e a Queen que iria me montar, compramos roupas femininas que coubessem em mim, já que a Queen é BBW e as roupas dela não servem pra mim, uma peruca daquelas de palhaço de carnaval, que estava na época mesmo e tiramos algumas fotos, que eu achei o máximo, nunca tinha me visto feminino, fizemos uma seção de fotos, depois resolvemos que iriamos pular carnaval comigo vestido de mulher, já que vários homens fazem isso no bloco das piranhas, eu comecei a tomar hormônios, por que aquilo mexeu mesmo comigo, queria me ver com peitinhos, estava encantado com aquilo, chegou o carnaval, fomos pro Centro da Cidade, eu de roupa de mulher por baixo da roupa de homem, acompanhado da Queen, lá eu tirei minha roupa de homem e quando ela me viu na rua de mulher, falou na hora, “bota a roupa de novo”, perguntei o por quê, ela me respondeu, “ninguém vai acreditar que você não é uma travesti, tá perfeito de mais”, me recompus, e voltamos pra casa, eu que já tinha perfil na internet de “Mulato Bundudo e Casal Bundudo”, mudei meu perfil para Mulata CD, senti uma diferença enorme no tratamento dos homens e das mulheres, muitas mulheres que não aceitaram sair comigo quando eu era o Mulato Bundudo, quando me viram de CD ficaram super afim de sair, uma delas foi a Pamela Black, uma preta que mexia comigo mas que nem me dava bola, passou a me dar mole quando viu meu inicio de transformação, mas apesar disso tudo, ainda me sentia usado pelos homens, o tratamento mudou expressivamente, na internet, pois os caras pareciam estar super afim, ficavam loucos com minha bunda, tarados, alguns até desesperados pra me comer, porem quando a gente marcava uma real, eles vinham, me comiam horrores, mas tudo muito seco, sem beijo, sem carinho e depois que gozavam, falavam “valeu meu camarada, estou indo nessa, outro dia volto pra meter mais nesse teu rabo”, eu me sentia um lixo, não estava mesmo satisfeito com aquilo e resolvi que ia melhorar minha aparência, guardei minhas perucas, voltei a tomar hormônios e decidi que ia mudar meu corpo, fazer uma bunda feminina, mas foi uma coisa que fiz com muita cautela, pois eu era homem, com jeito de homem, não queria que meus vizinhos e parente descobrissem que eu era CD ou viado, ainda por cima era casado com a Queen, mas aqui onde nos crescemos, ninguém sabia da minha vida sexual e nem da dela e não queria expô-la ao ridículo de ser taxada mulher de viado, eu na época trabalhava de segurança, estava muito forte, mas conversei com ela e disse o que queria, que estava cansado de ser usado, que queria me transformar e expliquei como faria isso sem expor nossas vidas aos vizinhos, ela concordou, então fiz minha bunda, o cabelo eu pus um rastafary, pra não usar mais peruca e mesmo assim não chamar atenção, depois disso fiz um teste, botei minha produção numa mochila e fui pra Boate casa Grande, lá apareci em publico montado pela minha primeira vez, nossa, como foi diferente aquilo, nunca dei tanto numa noite, foram mais de 30 homens, os caras pareciam loucos quando eu passava, já iam me agarrando, apertando minha bunda, falavam coisa do tipo, “Caralho, que bunda é essa, eu te quero preta”, aquilo era tudo de bom e eu me esbaldei, dei muito mesmo, sem medo de ser feliz, virei a noite dando o rabo, passei um tempinho sem ir lá, mas quando voltei foi a mesma coisa, os caras alucinados, dessa vez dei menos, foram só uns 15 rsrsrs, mas na terceira vez que voltei a boate, uma travesti ficou puta comigo, por que tinha um carinha cantando ela, mas ela disse que se ele quisesse seria programa, justamente nessa hora eu passei por eles, e ele falou “porra, pra pagar pra te comer, eu prefiro comer aquela ali, que é mais gostosa do que você e da pra geral de graça’, ela puta da vida veio falar comigo, “por causa de viadinhos como você, que a gente não vai pra frente, travesti tem que se dar o respeito e não ficar pelos cantos dando pra todo mundo, se manca menina, aprenda a se dar o valor”, fiquei de boca aberta, eu não era travesti, era uma CD, mesmo assim de fim de semana, por que durante a semana eu trabalhava de segurança, me achava super masculina e era, tanto que a travesti não tentou me bater por causa do meu tamanho e porte, pois era muito musculosa, mas aquilo ficou na minha cabeça e nesse dia na boate não fui pro Dark Room, fiquei quietinha e logo um carinha chegou pra conversar, não demorou muito e ficamos namorando na boate, senti a diferença da época de Mulato Bundudo, ele foi super cordial, pagou as coisas pra mim, me tratou como se eu fosse uma mulher ali, me beijava, dava colinho, carinho, fora o sexo que era muito bom, pica deliciosa, pois apesar de estar devagar, não perdi a oportunidade de dar pra ele, o homem era lindo, rosto perfeito, corpo todo esculpido, sem exageros, uma delicia e me tratava ali como se eu fosse sua namorada, resolvi que era isso que eu queria, mas precisei ter um nome, pois ele me perguntou quem eu era, disse “ sou a Sandra”, que é o feminino de meu nome mesmo, Sandro e passei ame chamar na internet de Sandra CD, mas depois de um tempo começou aparecer a parte ruim, os homens me queriam e não se conformavam deu não entrar mais no dark room, ele então passou a brigar na boate por minha causa ai preferi terminar, logo apareceu outro candidato, que crucificou ele por ser brigão, mas que também, assim que se achou dono de mim, começou a brigar também, olha foram uns quatro brigando por minha causa ali e eu não queria isso, achei melhor ficar sozinha mesmo e entrar no dark quando desse vontade, tomei um decisão seria, “vou trabalhar na pista, estou cansada de me sentir um objeto nas mãos dos homens, se é pra ser usada, então vou usar também”, conversei sério com minha esposa, ela entendeu e concordou comigo, larguei meu emprego de segurança, nessa época eu já tinha tirado meu rasta, estava deixando o cabelo crescer, mas ainda estava curto, então botei minha peruca e fui pra pista com a cara e a coragem, sem conhecer nada lá.

Augusto Severo, Janeiro de 2009, nascia a Sandra Backer, pois pra competir com as outras travesti, eu que me achava uma CD ainda, precisava de um nome, uma identidade, mas uma vez mudei meu perfil na internet, de Sandra CD pra Sandra Backer, muitos me falaram na internet que já era hora deu parar de falar que era uma CD, por que eu já tinha peito, bunda, cabelo, um corpo bem feminino por causa dos hormônios, meio masculina ainda, mas bem menos de quando eu comecei a me montar, cheguei na pista cheia de duvidas,” ninguém vai me querer, ninguém vai querer pagar pra tranzar comigo, uma CD não tem chance contra uma travesti”, mas pra surpresa minha, um carro parou pra mim, conversamos, dei meu preço, que na época era bem menos do que hoje, pois não tinha noção de quanto era um programa, entrei no carro e a primeira coisa que o cara falou foi, ‘ tira essa porra da cabeça, você tá maluca, com um vestido todo prateado, uma peruca que parece mais um gato embolado, todo mundo vai saber que estou com um viado dentro do carro”, eu sem graça tirei a peruca, fizemos o programa no carro mesmo e fiquei duas semanas assim, eu comecei no pirocódromo, uma parte da Augusto Severo onde só trabalha ladrona, só travesti perigosa mesmo, mas como eu era muito grande e forte, ninguém se meteu comigo, até que duas semanas depois eu chamei uma das bichas que estava por perto e perguntei, “ a gente pode trabalhar lá do outro lado também?”, falava da Augusto Severo, ela me respondeu, “ a senhora paga rua?”, ”não”, “é afilhada de alguém?”, respondi novamente que não ,nem sabia do que ela estava falando, “ a senhora tem que pagar, as meninas daqui já estavam querendo saber quem é a senhora, faz o seguinte, atravessa as pista e vai lá e pergunta quem é a cafetina da rua e passa a pagar, assim a senhora não vai ter problemas e pode trabalhar tanto aqui como lá se quiser”, e assim fiz, passei a trabalhar na Augusto Severo mesmo, aprendi que ali onde eu ficava, só ficam as travestis barra pesada, coloquei meu primeiro implante de verdade, pra pode competir com as travesti dali que eram muito mais bonitas das que estavam comigo do outro lado, e no começo foi muita zoação, claro, tudo pelas minhas costa, por que as meninas tinham medo de mim, zoavam meu jeito de andar muito masculino, minha voz, meus braços musculosos, mas o que elas não sabiam é que eu nunca fui feminino, não tinha trejeito de viado, não sabia falar como viado, nem tinha voz, quantas vezes eu treinei na frente do espelho antes de ir pra pista, mas o mais engraçado é que quando eu realmente fui, a Sandra surgiu de forma natural e foi crescendo, foi tomando vida mesmo, Sandra Backer realmente nasceu quando eu cai na pista, e como uma criança eu tive que aprender a andar, só que eu pulei a faze de engatinhar e fui direto pra faze de correr, isso me levou a alguns tombos, um deles foi com uns dois meses que eu estava trabalhando na pista, já era umas 3:30 da madrugada, estava indo embora e um cara cismou que queria tranzar comigo, porem não tinha o dinheiro do motel, eu não queria atender ele ,porem ele me seguia onde quer que eu fosse, parecia que eu era a única travesti ali da rua, por falta de experiência, acabei cedendo, fomos pra uma rua vazia, chamada de Beco do rato, chupei ele um pouco, e logo ele começou a me comer, não demorou muito e apareceu dois caras com pedaço de pau na mão, reparei ao longe uma travesti da pista, que assim que me viu levando o cliente pro cantinho, sentou no meio fio e ficou olhando, achei a principio que ela queria ver, mas na verdade ela já sabia o que ia acontecer ali e parou só pra ver a minha desgraça, os dois armados de pau, xingando a gente, eu sem saber o que estava acontecendo, o cliente pediu perdão e tudo, falou fino e saiu correndo, quase levou uma madeirada quando correu, mas conseguiu escapar, eu atônita, fiquei parada, os caras vieram na minha direção dizendo que eu ia aprender a não fazer aquelas coisas ali, eu só tive tempo de falar uma coisa, ”olha só, você só não vai me bater”, nisso eu levei a primeira paulada na barriga, olha, na mesma hora esqueci que era Sandra e me transformei em Sandro , tomei o pau de um deles e meti a porrada nos dois, tive que ficar uma semana sem ir trabalhar, pois os dois eram seguranças da rua e a cafetina teve que desenrolar pra mim voltar a trabalhar sem sofrer nenhuma covardia , mas com isso minha fama cresceu entre as meninas e ai mesmo que nenhuma delas cruzava meu caminho, assim comecei como travesti de programa, sei que a maioria das travesti não tem estudo, não tem profissão, “e não pense que é por falta de interesse, muitos ainda são expulsas da sala de aula, por que é homem com corpo de mulher e a desculpa é que eles não se encaixam no padrão do colégio, são discriminadas pela sociedade desde cedo e procuram a prostituição por necessidade, muitas tem defeito no corpo justamente por causa disso, necessidade de trabalhar, junto com falta de tempo e dinheiro, acaba resultando numa transformação mal feita e feita as pressas, sem aquele tempo necessário de repouso que o corpo tem que ter após uma cirurgia, por que aplicação de silicone liquido no corpo também é um procedimento cirúrgico e requer repouso e profissionalismo de quem aplica”, eu como não passei pela faze gay, ou seja nunca fui afeminado, tive uma vida normal até minha maior idade, me transformei em travesti já velha, com minha vida financeira já definida e minha maturidade também, por isso sou uma travesti tão diferente das demais, seja no gosto sexual, na forma de pensar e na forma de falar, não pretendo ser travesti de programa por muito mais tempo, tenho planos que devo colocar em pratica no começo desse ano, mas por enquanto ainda podem me achar na Augusto Severo os interessados é claro, tenho ido cada vez menos a pista, mesmo por que não vivo dela, ultimamente vou as sextas e sábados, as vezes nem esses dias, não tenho local pra atender, não vou ao encontro de clientes, ou seja só na Augusto mesmo, tem que da sorte de me encontrar lá e agora vou explicar quem sou realmente e como sou, já que a Sandra vocês já sabem como surgiu na minha vida.

Eu tenho duas latentes na minha personalidade, coisa que nem Froid explica, o Sandro e a Sandra, quem me conhece como Sandro não consegue me imagina de Sandra e vice e versa, da a impressão que um dos dois é um personagem, mas fácil seria ser a Sandra, já que ela apareceu bem mais tarde, mas na verdade, não são personagens, são bem reais os dois, e muito diferentes um do outro, o Sandro é sisudo, mal humorado, pavio curto, grosso, porem inteligente, educado, amigo, muito másculo, ativo, adora mulheres gordinhas e bundudas e não olha para homens na rua, apesar da bunda grande, ninguém me canta de Sandro, não rola nem aquele raladinha na condução lotada, mesmo por que se rolar o bicho pega e logo a pessoa se toca que não gosto e não sou viado rsrsrs, já a Sandra é super feminina, educada, meiga, paciente, consegue ser ativa e passiva sem perder a pose feminina, super vaidosa, porem muito tímida, até a voz , os gestos, o olhar muda quando sou Sandra, paquero homens, mas fico tímida de paquerar as mulheres, apesar que mesmo de Sandra continuo gostando e muito de mulher, engraçado que os dois não se misturam, não consigo ser Sandra quando estou de Sandro, o Sandro é masculino de mais e já aconteceu de marcar com clientes pra me encontrar fora do meu local de trabalho, eu de Sandro já que ainda não ando de Sandra onde moro, procuro fazer um tipo feminino, mas fica uma coisa artificial, sem graça, por isso não gosto de marcar assim, a primeira impressão é a que fica e quem me vê de Sandro, pensa que a Sandra é assim, ou que não existe de verdade, já de Sandra eu consigo ser Sandro, dependendo da situação, tipo um estresse muito grande igual dos seguranças no Beco do Rato, mesmo vesti de mulher a Sandra sai e o Sandro entra, só que depois não consigo voltar a ser Sandra, por que ela é um estado zem, uma calmaria na minha personalidade, sou espirita agora, e acredito que meus dois Santos mais fortes, são os causadores dessa personalidade tão diferenciada, de homem sou Tranca Rua, e quem entende, sabe o quanto ele é sério e sisudo, de mulher já sou Maria Molambo, que também é seria, porem meiga, vaidosa, o que defini direitinho as minhas duas personalidades, apesar da loucura que é ouvir isso, não tenho problemas com minhas variantes, vivo bem como Sandro e como Sandra, na verdade quem fica pasmo com isso, são as pessoas que me conhecem intimamente nas minhas duas formas, não entendem como posso ser dois em um e não pirar com isso, mas esse ano que vai entrar, as coisas vão mudar, estou entrando em um relacionamento novo, que quebrou muitas barreiras que eu tinha, hoje em dia não tento esconder que sou homossexual, claro também não tento expor, só sou mais natural, o que cousa perplexidade nas pessoas na rua, um homem com rosto feminino, cabelos compridos , peitinho “que eu escondo, mas mesmo assim da pra perceber que é grande”, bunda enorme, claro que eles ficam na duvida se sou sapatona, fico bem parecida com uma, mas ai olham pro meio das minhas perna se se assustam com o que veem, pois não uso cueca e nem calcinha quando sou Sandro, e tenho 24x7 de rola, fica uma coisa bem aberrante, tem homens que me seguem e tudo na rua, desesperados pelo meu pau, mulheres me cantam, minha namorada as vezes gosta, as vezes fica puta, mas o mais importante é que estou me redescobrindo, aprendendo a fundir o Sandro na Sandra, me tornar um só e isso te me deixado mais feliz e mas tranquilo, mais receptivo as pessoas, já que a personalidade de um de certa forma completa a personalidade do outro, mas o que vai ser daqui pra frente eu ainda não sei, só sei que Sandra Backer veio pra ficar, travesti, bissexual, uma CD invertida, já que comecei me montando de mulher pra ficar feminina e hoje em dia me monto de homem pra ficar masculino, casada com mulher, agora pai e mãe de uma menina linda de um ano de idade, diferente das outras não por que gosto de mulheres , por que já conheci outras travestis que também gostam, já conheci travesti que curte gays e travesti que é casada com travesti, mas sou diferente por que penso, ajo, e me expresso de forma única, não sigo tendências e nem regras, apenas faço o que gosto e quero, me aceito cada vez mais como sou e me entendo do jeito que sou, quem me conhece ou me ama ou me odeia, mas vão ter que me aturar por que sou Sandra Backer.

Obs:

Nessa postagem quero fazer algo diferente, mas pra isso preciso da participação de vocês, gostaria que todos que lessem o texto a cima, me perguntassem as coisas que ficaram em duvida, prometo responder todas as perguntas numa boa, sem enrolação, espero que gostem dessa postagem, pois fiz com muito carinho, em especial , com muito respeito a todos que me acompanham, seja por tesão, curiosidade, admiração, cumplicidade ou até mesmo auto conhecimento, beijos a todos vocês de coração.

As fotos a seguir estão dispostas em ordens cronológicas, desde a minha época de Mulato Bundudo, Sandra CD e Sandra Backer.



















59 comentários:

  1. oi sandra, vc continua linda e maravilhosa, fiz um pedido pra q vc me add no msn, sandey_saf@hotmail.com
    espero que se lembre de mim, te adoro e ñ vejo a hora de te conhecer pessoalmente, bjoosssss.

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, sandra, li seu post, como vc pediu para escrever, então, eu gostaria de saber como uma pessoa consegue passa por mundaça, de corpo hormonios isso não só vc mas todos que passar por isso, mas vou perguntar a vc, o que vc senter nessa mundaça, a cabeça como fica e mas engraçado desculpa a pergunta...como e vive com uma mulher e o mesmo tempo ser uma case mulher...

    ResponderExcluir
  3. Sandra, te acho o máximo!
    Voçê deveria ser patrimonio da humanidade!!do rio é pouco!!rsrs
    Falando sério, gosto muito de voçê e da sua historia de vida, seria um prazer meu te conhecer.
    te amo!!
    bjos
    Joao

    ResponderExcluir
  4. Olá Sandra. Já lhe acompanho a algum tempo e admiro sua história. Além de toda a curiosidade que tenho(ou seria temos? rsrs) em como você consegue se disfarçar tão bem de homem a ponto de ninguém perceber que você é trans. Fale mais sobre isso.
    Um curiosidade que tenho é sobre o dia a dia das trans. No trabalho (programas ou não), como vivem, a convivência com a família, com os amigos. As farras. Essas coisas.
    Outra coisa: você ainda toma hormônios? Se sim eles não afetam o seu desempenho sexual como ativa?
    Como está sendo o processo de assumir-se Sandra 24h por dia?
    Agora um comentário (aliás, o meu primeiro no seu blog): você tem muita sorte de encontrar mulheres que curtem essa bissexualidade sua, seu corpo e ainda lhe apoiam. Falo isso como uma CD que a esposa até sabe mas não concorda e não participa de nada. Em todo caso pelo menos ela sabe né. Bjos e boa sorte. Comentarei mais vezes.

    ResponderExcluir
  5. Sandra, tua bunda nos tempos de Mulato Bundudo tira minha concentração. Bati várias pra ela. Mas teu pau hoje deve ser a coisa mais deliciosa do Rio de Janiero. Certamente é a mais suculenta. Você é uma diva. Uma pergunta: o perfil Mulatacd no xtube é teu ou alguém que coloca tuas fotos e vídeos? O que houve com o Sandrabacker no site? Beijos do Fã-Paulistano

    ResponderExcluir
  6. Ola Paulistano,fiz uma busca rapida pelo xtube e não achei a tal pagina mulatacd,talves ela não exista mais,mas te respondendo, não sou eu a dona da pagina,embora vc possa ter visto até fotos e videos meus,mas já vi varios perfiz usando foto minha, principalmente na época do mulato bundudo, em que eu era mais descuidade e não assinava meu material antes de postar na internet,paginas de Mulata CD já vi varias,pois é um nome comum usado pelas CDs negras, quanto a minha pagina no Xtube,apaguei ela tem coisa de um ano,pois só me correspondia com gente de fora do Brasil,sem interesse de vir aqui e como também não vou lá,achei a pagina desnecessária e deletei.

    ResponderExcluir
  7. Olá Fabricio, como sua pergunta é um pouco grande e varias em uma, vou responder cada uma respectivamente OK, eu me considero uma CD invertida, ou seja, eu me monto para parecer homem, prendo o cabelo, as vezes uso toca quando quero ficar bem mais masculina, uso uma blusa especial de tecido térmico sem costura, bem apertada pra esconder os seios, uma outra larga por cima pra finalizar o disfarce, um a blusa grande que tampe parte da bunda também, calças largas pra disfarçar o formato da bunda e esconder os pelos descoloridos, claro que percebem que sou viado, pois minha cara é feminina, mas isso também confunde, alguns pensam que sou sapatona, ficam me encarando na rua pra tentar descobrir o que eu sou realmente, mas uma coisa é certa, ninguém desconfia que sou uma travesti, pode me achar até meio Gay, mas travesti eu tenho certeza que não passa pela cabeça das pessoas que me observam; Quanto a rotina de uma trans, eu não vivo isso, resolvi me abster de viver assim, vivo uma vida normal de homem para a maioria que me cerca, é claro, minha mulher já me vê de forma mais natural, mas conheço muita travesti, não sou de frequentar casa, nem de marcar noitadas fora, pois sou muito caseira, mas algumas trans vivem somente para o trabalho 24 hs por dia, a maioria de fora do Estado, moram no trabalho, ou seja, atendem em casa durante o dia e a noite vão pra pista, o único lazer que conhecem é comprar, boate e praia, que também é um complemento do trabalho, já que cuidar do corpo é fundamental pra quem vive dele, outras já vivem uma vida normal de mulher, são tias, avós, irmãs e filhas, pessoas sérias e respeitadas na família, mas saiba que antes do respeito vem o preconceito, que é preciso ser encarado primeiro; Quanto aos hormônios, tomo sim e afetam as vezes o desempenho sexual, ai eu dou um tempo pro corpo voltar ao normal, se não minha mulher fica puta comigo rsrsrs; o processo de me assumir esta lento, sem pressa e mais fácil do que imaginei, talvez pelo respeito que parentes e amigos mais próximo, têm por mim, mas sinceramente não pretendo ser Sandra 24 Hs, nem Sandro, gosto de ser os dois, me sinto bem assim; Agora pra finalizar, quanto a sorte, já pensei assim como você, mas a verdade é que existem muitas mulheres que são doidas pra terem uma travesti ou um CD bem feminina ao seu lado, a verdade é que 99% das trans não suportam mulheres, por isso é tão raro ver um casal mulher e travesti, no seu caso o problema é que você deve amar sua mulher e prefere aceitar a indiferença dela, normal, também já passei por isso e pensava exatamente como você, espero ter tirado suas duvidas, bjs Fabricio e boa sorte na sua carreira de CD.

    ResponderExcluir
  8. Ola João ou Joana,não entendi ao certo,mas agradeço pelo carinho e por seguir meu blog,ainda sendo participativa,mesmo sem fazer pergunta,ma se dispôs a responder meu tópico e fico muito grata por isso,claro não vou dar certeza de um encontro,mas a vida da voltas e quando a gente menos espera as coisas acontecem,se acontecer você vai descobrir que sou apenas uma pessoa normal, que tem dias bons e ruins como todo mundo, que sonha,deseja,luta e aclcança, as vezes perco,mas é da vida né, se a vida fosse só vitória,não teria graça,mas me conforta saber que tem pessoas como você que me apoiam,mesmo de longe,brigada bb,mil bjs pra ti.

    ResponderExcluir
  9. Olá anônimo,olha transformar um corpo masculino em feminino não é tarefa fácil e nem barata,afeta sua vida social e pisicologica,tem que ser forte e decidido no que quer,saber pesar o que vai vir de bom e de ruim nisso tudo,antes ainda de começar,pois geralmente é um caminho sem volta,quanto a viver com uma mulher sendo quase uma,tanto pra mim quanto pra ela é uma coisa normal,mesmo por que ela já teve relacionamento sério com outra mulher,agora ela só uniu as coisas, pois gosta de meninas e de meninos,e achou os dois em um só, que sou eu,vivemos uma vida normal de casal,brigamos,nos conciliamos, desejamos, planejamos,tudo que um casal normal faz,inclusive temos uma filha,fruto do nosso amor,filha essa que vai ter dois pais e duas mães,pois somos homem e mulher ao mesmo tempo.

    ResponderExcluir
  10. Ola Sandey,obrigada pelos elogios,estou te add no meu MSN novo ta,bjs.

    ResponderExcluir
  11. Sandra uma pergunta gostaria de saber se ja fez ou recebeu algum convite para fazer pôrno?

    ResponderExcluir
  12. Já sim,não diretamente de uma empresa,mas já recebi de uma amiga travesti que trabalha com isso mas não é famosa, e um amigo que ia fazer seu ultimo filme na Brasileirinha e me convidou,mas não gente, filme pornô não é comigo,pagam pouco,muita grana rolando, muita exposição pra abrir mão da minha imagem assim pra encher os bolsos de outra pesssoa.

    ResponderExcluir
  13. Pensa em ter filhos um dia?

    Você teria um relacionamento serio com um homem?

    ResponderExcluir
  14. Já fez algum filme porno?

    já pensou em abrir um espaço pra relatos ou troca de experiência com os eus leitores aqui no blog?

    ResponderExcluir
  15. Vou responder as duas perguntas anônimas nessa resposta aqui mesma, eu nunca fiz filme pornô proficional,só videos de sexo amador, e o espaço pra relatos e perguntas é esse,pois não tem como outra pessoq postar no meu blog sem ter minha senha, quanto a filhos e realcionamentos, eu tenho uma filha de um ano de idade que eu amo muito e uma esposa linda que também amo muito,não penso em largar nenhuma das duas pra ter uma relacionamento com um homem, quando róla algo extra conjugal, eu e minha esposa vamos juntas, não curto fazer nada sem ela e só rola,se as duas estivere de comum acordo, já fui casada antes com outra mulher e saia sozinha,não deu certo e não vou cometer o mesmo erro.

    ResponderExcluir
  16. Boa tarde Sandra Backer

    adimiro muito o seu jeito de pessoa decidida (bem resolvida). Te acompanho aqui sempre.Sempre entro para ver novas atualizações, espero que nesse mundo não muito grande que é precisamente aqui no RJ, possamos nós encontrar e quem sabe bater um bom papo.
    Mais muito legal a sua história de vida, espero com isso tudo exposto , sei que ainda falta muita coisa mais bem resumido, você possa escrever um livro ainda.
    Beijão e abraço forte
    Allan/RJ seu FÃ.

    ResponderExcluir
  17. Olá Sandra , boa tarde
    Muito boa a sua história de vida sei que resumiu ao máximo para nós deliciar com mais um conto seu. Espero que você possa escrever um livro quem sabe e nele contar mais um pouco.
    Mais fique sabendo que te adimiro por esse seu jeito de pessoa decidida e resolvida, entro sempre aqui para ver as novidades do seu blog. Espero poder um dia encontrar você aqui por essa cidade maravilhosa chamada Rio de janeiro e conversar um pouco.
    Beijão, e abraço forte
    Allan/RJ seu FÃ.

    ResponderExcluir
  18. bom li e gostei muito da sua ultima postagem e quero dizer q admiro muito do que é e do q se formou agora sei mais um pouco sobre voce vc é muito 10 quero saber mais fiquei muito imprecionado pelo que li a seu respeito muita coragem a sua parabens bjs

    ResponderExcluir
  19. Voce não para me supriender
    Pelo seu carater pela sua honestidade e pela sua belesa
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Olá,minha querida Sandra!!!
    Lembra de mim???CD Amanda Houston...
    Pois é continuo na clandestinidade,pois sou casado e com filhos e minha mulher não pode nem desconfiar!!!!
    Quero com esta postagem apenas te parabenizar pelo blog e pela sua personalidade.
    Amei conversar com você,o pouco que seja,mas deu pra sentir em você sinceridade e muita determinação no que quer!!!
    Quero muito poder encontrar contigo pra gente fazer uma suruba com machos e ,é claro,fazer muito sexo com você(de todas as maneiras).
    Desculpe pela linguagem meio que chula acima,mas não consigo descrever meu desejo de outra maneira.
    Um grande beijo!E se puder e quiser manda seus telefones que já perdi!!
    Meu msn e email:chupo.e.dou@hotmail.com
    Meu blog(espero que goste):
    rjcrossdressers.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. BOM PRA COMEÇO BOA NOITE,QUERO PARABENIZAR POR VOCE SER UMA PESSOA SICERA E VERDADEIRA MAS QUERO FAZER UM PEDIDO, POSSO? DEIXA EU SAIR COM A SUA MULHER ELA É MUITO GOSTOSA RS BJS LEANDRO

    ResponderExcluir
  22. Olá Mona!
    Ai... Babadérrimo esse teu texto. Não tenho palavaras para te dizer como fiquei emocionada com a tua história de vida... És uma batalhadora, te admiro muito por isso e pelo teu caráter que pode ser sentido nas entrelinhas da tua história, marcante mesmo.
    uitas das minhs dúvidas tu já respondeste para o Fabrício, afinal também estou me descobrindo CD.
    Como vc, no início pensava que já estava meio "velha", afinal já sou uma balzaquiana... Mas os instintos falaram mais alto e depois que comecei a me montar não consigo mais parar. Me considero uma CD lésbica, pois gosto de travestis, mulheres e homens andróginos nessa ordem... rsrsrsrs Tens muita sorte de ter uma mulher ao teu lado que te apóia.
    Espero um dia poder te conhecer pessoalmente.
    Queria que tu comentasse um pouco mais sobre as transformações no corpo e como foi logo no começo, como foram as reações logo no início? Uma outra perguntinha (sem querer ser chata) no trabalho "normal" durante o dia é apenas o Sandro que aparece? A Sandra pretende assumir esse lugar? Te pergunto isso pois trabalho num ambiente extremamente machista, escondo o meu lado feminino ao máximo, tenho medo da reação quando eu resolver assumir e me tranformar em mulher 24h por dia.
    Obrigado pela tua lição de vida.
    Bjinhuxxx

    ResponderExcluir
  23. Geisy,transformação não é fácil,causa muitos traumas psicológico, físicos , familiares e sociais,de princípio os hormônios, que alteram o humor, a pele, diminuem o crescimento de pelos,e aumenta as mamas,dando uma forma feminina aos seios,não aumenta bunda,mas pode definir a silueta,com dar cintura, mas pra uma transformação mais forte é necessário aplicação de silicone, seja em prótese ou injetável, o problema maior dessas alterações é que mudar o corpo sai muito mais barato que voltar ele pro estado original, então tenha certeza do que vai fazer, saiba que ao assumir uma identidade transexual em publico você corre o risco de perder seu emprego, amigos e até mesmo ser excluso do meio familiar, uma coisa que pode fazer você refletir bem sobre isso é o seguinte, no preconceito racial, financeiro, físico, como em alguns outros comuns, temos sempre ao nosso lado amigos e principalmente parentes que geralmente sofrem o mesmo tipo de preconceito, então acabam se unindo por interesse comum, mas no preconceito sexual você estará sozinho e será discriminado inclusive dentro de casa, em meio aos seus parentes, pense bem, e ser decidir por continuar ,seja forte,lembre-se que muito passaram por isso e prosseguiram de cabeça erguida.

    ResponderExcluir
  24. boa noite gostoza será que vou puder ves uma foda sua e da narja com a queem backer achei muita chou vc é uma mulher de sorte

    ResponderExcluir
  25. e é claro se eu puder partisipar adoraria ver vc fudendo as duas e dando leitinho pra elas realizaria meu sonho e depois é claro eu participar da festa

    ResponderExcluir
  26. a narja é uma mulher incrivel ainda mas com a queem cavalona caramba e de tirar o folego de qualquer pessoa nao vejo a ora diso acontecer bjs lindoma

    ResponderExcluir
  27. Desculpe FDR1742.... não tenho mais amizade com a Narja,se quiser procura-la,fique avontade,mas não conte comigo pra nada em relação a Narja,quanto a Queen que não tem mais Backer no nome,estamos separados e sem contato também,se tivesse lido minha história de vida teria visto isso,então mais uma coisa que de forma alguma poderei realizar,desculpe e boa sorte na sua procura,agradeço de coração todos os comentários feitos em meu blog.

    ResponderExcluir
  28. [b][i][gold]AGENDE-SE DESDE JÁ!!! CADA FESTA ESTÁ SENDO MELHOR QUE A OUTRA, A ULTIMA QUE ACONTECEU DIA 02/12 FOI MARAVILHOSA!! O SEXO ROLOU ATÉ AS 06H DA MANHÃ!! BELISSÍMAS CDs e travestis SATISFAZENDO E DANDO PRAZER AOS HOMENS COMEDORES E INSASSIAVEIS. A 5ª EDIÇAÕ DA SE7E PRAZERES SERÁ DIA 06 DE JANEIRO AS 23H NO TEMPLO 73 A RUA PEREIRA DE ALMEIDA, 73 - PRAÇA DA BANDEIRA - RJ
    A 5ª edição acontecerá dia dia 06 de janeiro, sexta feira das 23h até as 06h da manhã noClube TEMPLO 73 na praça da Bandeira. fica na Rua Pereira de Almeida, 73 essa rua fica paralela a rua do matoso, na altura do supermercado Mundial. A rua é tranquila e tem como estacionar. Quem for de Metrô pode saltar na estação São cristovão (linha 2) ou na estação estacio ( linha 1) quem for de trem pode saltar na estação praça da Bandeira e quem for de ônibus existem diversas linhas que passam na praça da Bandeira é super perto.

    VALOR DA ENTRADA:

    BONECAS - R$15,00 (camarim para as CDs se arrumarem, armário individual com chave para guardar seus pertences, banheiro com ducha higiênica

    Homens - R$ 20,00 de consumação ( Não havendo consumo ou consumindo menos ou até R$20,00 o valor será cobrado de R$20,00, consumindo mais de R$20,00 será cobrado o valor consumido)

    O VALOR DA ENTRADA É PAGO SOMENTE EM DINHEIRO ( ESPÉCIE ) NO ATO DA CHEGADA. O QUE FOR CONSUMIDO NO BAR PODE SER PAGO COM CARTÕES DE CRÉDITO/DÉBITO

    A Festa Sete Prazeres é uma festa onde Homens heteros e Homens bissexuais ATIVOS que gostam de transar com bonecas tem a chace de um amasso mais caliente e um sexo gostoso e prazeroso com Belissimas CDs e Travestis. O ambiente é propício para uma paquera e aquela pegação mais pesada com american bar, boate, quartos e suites, palco para show com som e iluminação aconchegantes, música de qualidade, pistinha de dança no 2ª andar, area para fumantes no 3ª andar, TV com filme erotico, dak room com ar para um sexo gostoso.

    PROIBIDO A ENTRADA DE MENORES DE 18 ANOS

    PROIBIDO LEVAR E USAR DROGAS ILÍCITAS

    PROIBIDO PROGRAMAS (SEXO PAGO)

    USE SEMPRE CAMISINHA

    Aguardo Todos e todas lá

    para mais informações entre em contato com

    Francielly
    franciellycdrj@live.com
    cel: 7659-4030 (CLARO)

    ResponderExcluir
  29. Oi Sandra, vc é um "potentado de mulher" me add no MSN ja.2ja2@hotmail.com, pedro

    ResponderExcluir
  30. Sandra meu amor, voce é linda e meus parabens pelo seu diario, ele é uma sensação. Carla.dacosta98@gmail.com

    ResponderExcluir
  31. alan voce é o maximo. Te adoro. Carla.dacosta98@gmail.com

    ResponderExcluir
  32. Gostoso pra caramba
    pena que não me aceitou no Orkut né rsrs
    mas tudo bem

    ResponderExcluir
  33. Gostoso pra caramba
    pena que não me aceitou no Orkut né rsrs
    mas tudo bem

    ResponderExcluir
  34. nossa adorei o seu video postado recentemente, caramba essas meninas são demais nem tenho palavras vc cada vez mais se supera sandra parabens marcos

    ResponderExcluir
  35. SUPERAÇÃO TOTAL SEU BLOG É 1000 PARABENS

    ResponderExcluir
  36. UM AMIGO MEU SAIU COM VC E SUA ESPOSA CARAMBA TAMBEM QUERO COMO FAÇO PRA ISSO SE REALIZAR PAGO TUDO MEU AMOR SO PRA TER VCS BJS SANDRA MARCOS GUERRA SOU DE JPA

    ResponderExcluir
  37. essa sua nova mulher é incrivel deixa ela comigo 2 dias pago bem querida e sem enrrolação sou o homem dos sonhos

    ResponderExcluir
  38. parabens minha rainha cada vez mais te amo gostosa falta um video nosso se quizer sua esposa também ta convidadissima rsrs bjs nessa pica morena

    ResponderExcluir
  39. pow tu é marrenta abessa nem responde nem fala nada, pox não agrado não tenho 25 de pica bem dura pra você fala ai

    ResponderExcluir
  40. Oi Marcos Guerra,bom se seu amigo for quem eu to pensando,ele tem meu numero,só pedir a ele pois não divulgo meu numero aqui no blog,ou então me passe seus contatos que te retorno com os meus,quem sabe,conversando a gente se entende.

    ResponderExcluir
  41. Sou marrenta não bb,me passe seu MSN que te add ,ai a gente conversa com calma,bjs.

    ResponderExcluir
  42. Agradeço novamente a todos que acompanham e postam suas opiniões aqui no blog,um beijão a todos de sua humilde sudita Sandra Backer

    ResponderExcluir
  43. Olá Sandra, tenho que dizer que acompanho seu log algum tempo, acho muito bom, nos faz sempre clicar pra saber se tem fotos novas, continue assim, no café eu sempre vejo sua pág. .. carioca tesouro

    ResponderExcluir
  44. Como é isso de vc gostar também de mulher?

    ResponderExcluir
  45. Não entendo sua duvida,vc é homem?,gosta de homem ou de mulher?,pergunto isso por que de um modo geral a duvida é do por que um homem gosta de outro homem,por que homem gostar de mulher é a forma natural das coisas,caso não tenha reparado eu sou homem,nasci com pintinho no meio das pernas e como se crer que deveria ser,gostei de mulher,meu interesse por homens surgil muito tempo depois, se vc nunca viu uma travesti gostar mulher,vou me apresentar novamente,prazer sou Sandra Backer.

    ResponderExcluir
  46. Sandra eu sou do rj. tambem e gostaria muito de conhece-la. mande pra mim seu e-mail para que possamos estar contactando !!

    ResponderExcluir
  47. Oi dotadão,meu msn esta exposto aqui no blog,só add ok,bjs.

    ResponderExcluir
  48. sou louco de tesão por vc te admiro muito te vejo como uma linda mulher ... uma vez isso perto do natal te vii na pavuna indo pra são joão perto do guanabara vc estava com um conjunto de casaco olha q nesse dia tava calor e era verão rsrs vc estava como sandro meu pau fico duro na hr fiquei maluco ia te chamar mas fiquei com vergonha te reconheçi de cara me da seu telefone por favor se vc puder moro bem perto de vc ... beijãoo

    ResponderExcluir
  49. me manda seu msn pra gente conversar, pois não posto o meu aqui no blog, pode deixar que só vou te add e não vou expor seu msn ok,bjs

    ResponderExcluir
  50. MEU NOME E JERE ADORO VC SEU CORPO DELICIOSO QUALQUER DIA VOU A RIO PARA TE VER ADORO VC ADMIRO SUA CORAGEM NESSE MUNDO PODRE .

    ResponderExcluir
  51. Oí Sandra há algum tempo acompanho o seu blog que descobrí por acaso,sou admirador de mulheres,travestis e cds.
    Acho que todas as pessoas devem, ou pelo menos deveriam, poder realizar suas fantasias sexuais sem culpa ou mêdo, porém o preconceito e a hipocrisia dominante na sociedade, impedem que as pessoas possam experessar livremente a sua sexualidade.
    Por isto acho que você presta um inestimável serviço de utilidade pública, ao falar de forma tão sincera sobre você e sua vida sexual
    tão ativa, divertida e excitante.
    Penso que a maioria dos seres humanos são intimamente bissexuais e podem apresentar comportamentos exclusivamente hétero o homo dependendo da sua estória de vida, entre esses extremos milhões de gradações são possíveis. Acho que o casamento tradicional, homem versus mulher, sofre-rá uma mudança radical em um futuro não muito distantes, pois a sociedade humana caminha rapidamente para um patamar de liberdade que ainda não conhecemos hoje em dia, neste sentido eu diria que SandraBacker é a mulher ou homem? do futuro, sua cabeça esta a anos luz dessa sociedade hipócrita e machista em que vivemos hoje.
    Te admiro muito, não apenas como; homem, mulher, travesti? mas como ser humano sua escrita é fascinante e de uma sinceridade espantosa, você é belo por dentro e por fora.
    Queria ter a tua coragem, mas se algum dia for a São paulo quero te conhecer pessoalmente.
    Parabéns continue assim!!!!beijos carinhosos
    PS: Em outra oportunidade talvez eu me revele para termos um contato mais próximo, por enquanto de admiro à distância aqui do ensolarado nordeste deste imenso Brasil.
    Beijos

    ResponderExcluir
  52. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  53. demorou muito tempo para você ficar com o corpo assim linda/
    beijos!

    ResponderExcluir
  54. Demorei cerca de 3 anos, por que não tinha realmente intenção de virar uma travesti, então fiz o processo bem devagar, para não ultrapassar o limite, pois mesmo quando me transformei, decidi que não abandonaria meu lado masculino, me sinto bem sendo as duas coisas e consegui, hj em dia posso dizer que sou um homem ou uma travesti a hora que bem entendo, sem transparecer o lado que quero esconder

    ResponderExcluir
  55. Querida Sandra estou sentindo falta de atualização no blog a algum tempo, algum problema?

    ResponderExcluir
  56. Olá linda, sou de BH e adoro suas postagens, gostaria muito de conhece-la pessoalmente, você é muito bonita,te admiro muito. Aguardo postagens novas. E te desejo sempre tudo de bom.

    ResponderExcluir
  57. Vc pensa em voltar pra igreja ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não bb, mas quem sabe, o futuro pertence a Deus

      Excluir